Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial -> Cursos

Bacharelado em Engenharia Elétrica

Imprimir

Sumário

• Objetivos do Curso
• Perfil Profissional
• Mercado de Trabalho

• Duração do Curso
• Projeto Pedagógico do Curso (PPC)
• Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)
• Núcleo Docente Estruturante do Curso (NDE)
• Planos de Ensino 2016/2

OBJETIVOS DO CURSO
O curso de Engenharia Elétrica do Instituto Federal de Goiás Câmpus Itumbiara visa formar engenheiros eletricistas capacitados a atender às diferentes solicitações profissionais, com uma visão crítica, criativa e inovadora, através de uma sólida formação básica, geral e humanística, associada à sua formação profissional específica, aptos a colaborar para o desenvolvimento da sociedade nos âmbitos tecnológico, intelectual, social e ambiental, devendo:

• Produzir, sistematizar e transmitir conhecimentos, atendendo à diversificação e às peculiaridades dos diversos campos existentes na área da engenharia elétrica;
• Promover a aplicação prática do conhecimento em engenharia elétrica, visando a melhoria da qualidade de vida em seus múltiplos e diferentes aspectos;
• Desenvolver e estimular a reflexão crítica e a criatividade;
• Desenvolver o intercâmbio científico e tecnológico;
• Buscar e estimular a solidariedade na construção de uma sociedade democrática e justa, no mundo da vida e do trabalho;
• Preservar e difundir os valores éticos e de liberdade, igualdade e democracia;
• Atender à procura de educação de nível superior na área da engenharia elétrica;
• Atender às condições fixadas pela legislação vigente.

 

PERFIL PROFISSIONAL
Para atuar, o engenheiro eletricista com o perfil desejado pelo Curso de Engenharia Elétrica do IFG deverá possuir uma formação que lhe permita o exercício das seguintes competências e habilidades gerais em sua área de atuação:

• Planejar, supervisionar, coordenar e executar projetos e serviços;
• Supervisionar e avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
• Projetar, avaliar, desenvolver ou utilizar novos produtos, processos ou sistemas, analisando não apenas os aspectos técnicos e econômicos, mas também as possíveis implicações sociais e ambientais, incorporando-os como aplicações práticas no âmbito de suas funções;
• Reconhecer problemas e formular soluções no âmbito de suas funções, mediante ações cientificamente fundamentadas, tecnicamente adequadas e socialmente significativas;
• Incorporar à sua área de conhecimento e de atuação profissional avanços que ocorrem em outras áreas e na vida cotidiana e de transferir seus conhecimentos para a vida cotidiana e para estas áreas, visando contribuir para melhorar sua qualidade;
• Iniciativa, criatividade, vontade de aprender, abertura às mudanças, consciência da qualidade e das implicações éticas do seu trabalho, enfrentando as novas situações e os impactos das atuais grandes e complexas transformações tecnológicas, mercadológicas e sociais;
• Expressão e comunicação com seu grupo, superiores hierárquicos ou subordinados, de cooperação, de trabalho em equipe, de diálogo, de exercício da negociação e de comunicação interpessoal;
• Pensar estrategicamente, agir conforme seus conhecimentos, introduzir modificações no processo de trabalho, atuar preventivamente, refletir e atuar criticamente na organização onde presta serviços, na esfera pública e nas instituições da sociedade civil, tornando-se interlocutor legítimo e reconhecido;
• Assumir postura empreendedora e de permanente busca de atualização profissional.

MERCADO DE TRABALHO
Engenheiros com habilitação em Engenharia Elétrica têm trabalhado em firmas de grande porte, empresas estatais, órgãos governamentais e instituições de ensino e pesquisa, além de atuarem como profissionais liberais e proprietários de empresas de prestação de serviços de projeto, manutenção e supervisão.

DURAÇÃO DO CURSO
O curso tem a duração de cinco anos e é oferecido no período vespertino.


Projeto Pedagógico do Curso (PCC)
O Projeto Pedagógico do Curso é o documento que orienta e conduz o andamento do curso detalhadamente. O PPC da Engenharia Elétrica do IFG/Câmpus Itumbiara (matriz 2011) pode ser acessada abaixo, segue também o link para estudantes que necessitam das ementas e bibliografias das disciplinas cursadas, assinadas pelo coordenador do curso.

PPC sem assinatura do coordenador;
PPC com assinatura do coordenador.

Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)
O Trabalho de Conclusão de Curso é componente curricular obrigatório do curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica e os procedimentos relativos a execução desses componentes estão dispostos na Resolução nº 28, de 11 de agosto de 2014. Em virtude de algumas dúvidas sobre todo o processo para a realização do TCC, o Núcleo Docente Estruturante do Curso de Engenharia Elétrica elaborou o passo a passo para a tramitação burocrática dos trabalhos. Os processos de TCC devem ser aberto com o Requerimento de Inscrição e o Pré-Projeto.

Resolução nº 28, de 11 de agosto de 2014.
Informes do NDE da Engenharia Elétrica
.

Requerimento de Inscrição de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)
.
Modelo de Pré-Projeto do TCC
.

 

Núcleo Docente Estruturante do Curso (NDE)
De acordo com a Resolução nº 01, de 17 de junho de 2010 da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), o Núcleo Docente Estruturante (NDE) de um curso de graduação constitui-se de um grupo de docentes , com atribuições acadêmicas de acompanhamento, atuante no processo de concepção, consolidação e contínua atualização do projeto pedagógico do curso.

O NDE deve ser constituído por membros do corpo docente do curso, que exerçam liderança acadêmica no âmbito do mesmo, percebida na produção de conhecimentos na área, no desenvolvimento do ensino, e em outras dimensões entendidas como importantes pela instituição, e que atuem sobre o desenvolvimento do curso.

São atribuições do Núcleo Docente Estruturante, entre outras:
I - Contribuir para a consolidação do perfil profissional do egresso do curso;
II - Zelar pela integração curricular interdisciplinar entre as diferentes atividades de ensino constantes no currículo;
III - Indicar formas de incentivo ao desenvolvimento de linhas de pesquisa e extensão, oriundas de necessidades da graduação, de exigências do mercado de trabalho e afinadas com as políticas públicas relativas à área de conhecimento do curso;
IV - Zelar pelo cumprimento das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação.

O NDE do curso de Engenharia Elétrica do Instituto Federal de Goiás - Câmpus Itumbiara foi constituído em 25 de novembro de 2011 através da portaria nº 1011, composto por cinco doutores e dois mestres. Desde então foram realizadas mudanças gradativas na composição. Atualmente o NDE é composto pelos seguintes professores do curso:

* Carlos Antunes de Queiroz Júnior, Me.;
* Cláudio Roberto Pacheco, Dr.;
*
* Fernanda Hein da Costa, Me.;  
* Ghunter Paulo Viajante, Dr.;
* Hugo Xavier Rocha, Dr.;
* Marcelo Escobar de Oliveira, Dr.;
* Olívio Carlos Nascimento Souto, Dr.

Em todas as portarias, os professores membros foram e são concursados em Dedicação Exclusiva. Nota-se portanto, o atendimento à Resolução nº 01, de 17 de junho de 2010 da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), especificamente o artigo 3º, que define os critérios de constituição do NDE:

I. “Ser constituído por um mínimo de 5 professores pertencentes ao corpo docente do curso;
II. Ter pelo menos 60% de seus membros com titulação acadêmica obtida em programas de pós-graduação stricto sensu;
III. Ter todos os membros em regime de trabalho de tempo parcial ou integral, sendo pelo menos 20% em tempo integral;
IV. Assegurar estratégia de renovação parcial dos integrandes do NDE de modo a assegurar continuidade no processo de acompanhamento do curso.”

Cabe salientar que o NDE do curso de Engenharia Elétrica realiza reuniões ordinárias semanalmente para discutir o andamento do curso.

 

Planos de Ensino
Os planos de ensino são documentos elaborados pelos docentes. Neste documento é inserido todo o planejamento da disciplina para o respectivo semestre. Este planejamento deve estar de acordo com a ementa da disciplina, disponível no Projeto Pedagógico do Curso (PPC).


Acesse aqui Planos de ensino 2016/2.